Igreja Evangélica Avivamento Bíblico

   

  • Cultos ao vivo!
    Sábados 19:30h Domingos 19h

    *horário local

  • Rolim de Moura - Rondônia
    Frase do dia
    "O que investimos um ano para construir, pode ser destruído em segundos de insensatez."
    Devocional

    Mês da Família: Protegendo o Inegociável

    Pr. Marcos Duarte

    Por Pr. Marcos Duarte
    em 09 de maio de 2016

    comentários imprimir

    Mês da Família: Protegendo o Inegociável

    A- A+

    Mulheres, sujeitem-se a seus maridos, como ao Senhor, pois o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, que é o seu corpo, do qual ele é o Salvador.

    Assim como a igreja está sujeita a Cristo, também as mulheres estejam em tudo sujeitas a seus maridos. Maridos, amem suas mulheres, assim como Cristo amou a igreja e entregou-se a si mesmo por ela. Efésios 5:22-25

    Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. "Honra teu pai e tua mãe", este é o primeiro mandamento com promessa: "para que tudo te corra bem e tenhas longa vida sobre a terra".

    Pais, não irritem seus filhos; antes criem-nos segundo a instrução e o conselho do Senhor.

    A família é sem nenhuma dúvida a mais valiosa instituição para a formação, desenvolvimento e proteção do ser humano. Todas as fases da nossa vida acontecem na estrutura da família, e em qualquer tempo da vida em que a estrutura familiar falhar, suas consequências serão trágicas. Estudos apontam repetidas vezes que por trás da grande maioria das pessoas problemáticas, criminosas, alcoólatras, dependentes de drogas, violentas, etc, existem famílias desestruturadas, ou que foram disfuncionais em momentos cruciais da formação de suas crianças e jovens. Algumas vezes as famílias são desestruturadas porque mães ocupam os papéis de mãe e pai, ou pais ocupam papéis de pai e mãe. Outras vezes porque os pais não representam aos filhos um modelo de vida a ser seguido, etc.  existem ainda famílias onde até existe uma estrutura formal/normal da família, porém é disfuncional: os pais não cumprem seus papeis na formação dos filhos, são omissos no ensino, na disciplina, no acompanhamento, na construção de valores. São famílias onde as posições são ocupadas simbolicamente. 

    Pela disponibilidade da internet, pelas superpopulações nas grandes cidades, bem como pela inserção da mulher de um modo cada vez mais intenso no mercado de trabalho, tem se percebido um “encurtamento” do tempo e consequentemente um distanciamento das pessoas dentro da família. Os membros da família já não conseguem ficar tempo juntos de verdade. Temos que adicionar a essa lista a nova realidade de estudos da nossa população, tudo isso é muito bom, mas demanda tempo e se não for adequadamente administrado nos tornamos estranhos dentro da nossa própria casa.

    Não temos como fugir dos impactos da reestruturação da nossa sociedade, mas precisamos encontrar formas de não perdermos os nossos valores, e não destruirmos as bases da nossa família. Precisamos lidar com a vida de um modo muito sábio e consciente e sobre tudo bíblico para não perdermos aquilo, que se destruído, pode não ser recuperado.

    Só a Ele a glória.

    Pr. Marcos Duarte.

    Comentários

    Leia também

    Vivendo os Planos de Deus para a Minha Família

    Vivendo os Planos de Deus para a Minha Família

    Mês da Família: Precisamos dela do começo ao fim da vida

    Mês da Família: Precisamos dela do começo ao fim da vida

    Mês da Família

    Mês da Família

    Últimos devocionais

    » O Impacto do Reino de Deus na Terra

    » Experiências Transformadoras: fatos que nos mudam, acontecimentos que nos moldam

    » A Revolução da Cooperação: um vence mil e dois vence dez mil

    » Reencontre-se: às vezes é preciso voltar para continuar

    » CRER: quando, porém, vier o Filho do Homem, porventura achará fé na Terra?

    » Cultive a Alegria: Alegrai-vos sempre no Senhor

    » Preparados: sucesso é algo que você atrai pela pessoa que se torna

    Veja todos os devocionais

    Assuntos parecidos

    Familia

    Proteção

    Valores

    Filhos

    Sociedade